Carolina Gual Silva

Professora Adjunta de História Medieval na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Campus Seropédica.

 Desenvolve pesquisas no campo da História Pública (com ênfase nas relações com o ensino de História Medieval) e também em estudos de gênero na Idade Média, multinormatividade medieval e relações de comunicação e circulação de conhecimentos no período medieval. 

Clínio de Oliveira Amaral

Professor Associado de História Medieval do Departamento de História e Relações Internacionais da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (campus Seropédica).

Desenvolve pesquisas no campo do medievalism (neomedievalismo), protestantismos (com ênfase no movimento neopentecostal) e também estudos acerca da hagiografia.

João Batista da Silva Porto Júnior

Professor de História da Arte e da Arquitetura, Teoria Crítica da Arte e Arquitetura e História das Cidades pela Universidade Estácio de Sá (UNESA). Professor convidado de Estudos Medievais do Curso de Especialização em História Antiga e Medieval (CEHAM) do Núcleo de Estudos da Antiguidade da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (NEA-UERJ).

Medievalista, pesquisador da Arquitetura Medieval e das expressões transculturais do Medievalismo Contemporâneo, com ênfase no Historical ReenactmentLiving History e as [re]construções arquitetônicas do passado, utilizando métodos e técnicas da Arqueologia Experimental.

João Guilherme Lisbôa Rangel

Professor substituto de História Medieval do Departamento de História da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e doutorando pela mesma instituição.

Desenvolve pesquisas no campo do medievalism (com ênfase nas relações entre medievalismos e religião), protestantismos (com ênfase nas reformas religiosas do século XVI) e também estudos acerca da hagiografia, santidade e heresia.

 

Luiz Felipe Anchieta Guerra

Mestrando na linha de História e Culturas Políticas do Programa de Pós Graduação em História da Universidade Federal de Minas Gerais.
Desenvolve pesquisas no campo do medievalismo e neomedievalismo (com ênfase nos usos políticos do medieval e nas relações entre medievalismo e cultura pop).

Marcelo Santiago Berriel

Professor Associado de História Antiga e Medieval do Departamento de História da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (campus Nova Iguaçu).

Atua nos níveis de graduação e pós-graduação tanto na docência quanto na orientação de discentes. Suas áreas de interesse incluem os estudos narrativos, decolonialidade, neomedievalismos brasileiros, religiosidade medieval e historiografia.

Maria Eugênia Bertarelli

Professora de História da universidade Unigranrio.

Atua na docência da licenciatura e bacharelado, orientação de alunos, no ensino à distância e na elaboração de conteúdo de disciplinas. Suas áreas de interesse incluem medievalismo, narrativas medievais, historiografia, literatura e filosofia da Idade Média.

Nadia R. Altschul

Professora Associada de Estudos Hispânicos na Escola de Línguas e Culturas Modernas da Universidade de Glasgow, Escócia. 

 Pesquisadora de Medievalismo e da idéia de “Idade Média” em contextos pós-coloniais, especialmente na Ibero-América e incluindo orientalismo ibérico. Co-editora de Medievalisms in the Postcolonial World: The Idea of “The Middle Ages” Outside Europe (JHU 2009), Geographies of Philological Knowledge: Postcoloniality and the Transatlantic National Epic (Chicago 2012) e Politics of Temporalization: Medievalism and Orientalism in Nineteenth Century South America (UPenn 2020). Atualmente está co-editando um dossiê para uma revista no Brasil e o livro de artigos “Iberoamerican Medievalisms.”

Patrick de Bastiani

Professor de História na Rede Privada do Estado do RJ. Licenciado em História pela UFRRJ.

Desenvolve pesquisas comparativas entre História e Literatura Fantástica com ênfase no campo do medievalism.

Renan Marques Birro

Professor Adjunto de História Medieval da Universidade de Pernambuco (campus Mata Norte).

Atua na docência e na orientação de discentes. Suas pesquisas envolvem a Era Viking, os usos do passado medieval, o neomedievalismo e a História das circulações monetárias na Idade Média.

Atualmente, ocupa o cargo de coordenador do Linhas.

Ronald Apolinario

Professor de Narrativas Historiográficas do Departamento de Educação do Campo, Movimentos Sociais e Diversidade da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (campus Seropédica).

Atua no nível de graduação, tanto na docência quanto na orientação de discentes. Suas áreas de interesse incluem os estudos das expressões religiosas não-hegemônicas e subalternidade, história islâmica, pensamento orientalista, atuação político-militante de diferentes vertentes islâmicas e o fundamentalismo religioso no Cristianismo e no Islã.